2 de setembro de 2014

DESEMBARGADOR VIRGÍLIO MACÊDO ASSUME PRESIDÊNCIA DO TRE NO RN

O desembargador Virgílio Macêdo tomou posse no cargo de presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN), na tarde desta segunda-feira (1º), no Centro de Operações da Justiça Eleitoral, em Natal.

A desembargadora Zeneide Bezerra também foi empossada como vice-presidente e corregedora regional eleitoral. Os dois vão exercer o mandato no biênio 2014/2016. Na mesma solenidade foram empossados os desembargadores substitutos Ibanez Monteiro e Glauber Rêgo, respectivamente.

Em seu discurso de posse, o desembargador Virgílio Macedo afirmou que a troca de dirigentes do Tribunal, no momento em que estamos a pouco menos de quarenta dias para o pleito eleitoral, de ordem nacional, não seria o mais adequado e razoável. “É preciso mudar isso”, enfatizou.


A respeito do cenário político eleitoral do Estado, disse que não é muito desigual do restante do país. “Não tenho receita nem fórmulas, senão as já centenariamente conhecidas de todos nós, embora não me falte um pingo de ânimo para enfrentar os problemas quando trazidos para a Corte”.

Nascido em Natal, o desembargador Virgílio Macedo formou-se em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Foi nomeado juiz de direito em dezembro de 1986 atuando primeiramente na comarca de Augusto Severo. Em seguida, assumiu as comarcas de São José de Campestre, Areia Branca, Macaíba e Natal. Em março de 2010 foi nomeado desembargador do Tribunal de Justiça do Estado.

PRESIDENTE DO PTN DE CAICÓ CONFIRMA APOIO A CANDIDATURA DO DEPUTADO VIVALDO COSTA

O deputado Vivaldo Costa (PROS) recebeu a confirmação do apoio do grupo que compõe o PTN (Partido Trabalhista Nacional) de Caicó.

O PTN é liderado em Caicó, por Rutênio Dinis, conhecido como Rutênio da Palma, os filiados participaram de um encxontro com o Papa Jerimum e reafirmaram votar no projeto de renovar seu mandato na assembleia legislativa.

“Estamos unidos e seguimos no compromisso de votar na dobradinha do Seridó Vivaldo Costa estadual e no federal do Papa, Rafael Motta. Em respeito à história política do Papa Jerimum, que sempre esteve do nosso lado e nunca se envolveu em coisa errado votamos, apoiamos e pedimos voto para Vivaldo Costa”, disse Rutênio.


O VENTO SOPRA EM FAVOR DE MARINA

O que faz o povão preferir Marina Silva? Foi pobre, nasceu e morou no meio da floresta, passou fome, aprendeu a ler e escrever aos dezesseis anos, pegou doenças que trás até hoje, é negra, evangélica, dedicou-se ao ambientalismo e à preservação da Amazônia, enfrentou o poder econômico, foi ministra do Lula e obteve 20 milhões de votos na última eleição presidencial.

Essas qualidades, e outras, fazem a candidata identificar-se com a maioria do eleitorado e justificam sua preferência, mas há outro fator essencial: seus concorrentes não sensibilizam o eleitorado. Apresentam lacunas que agora sobressaem em qualquer comparação. 


Dilma Rousseff, no exercício do poder, não empolgou. Apesar da farta propaganda de seu governo, saltam aos olhos deficiências fundamentais na educação e na saúde públicas, nos transportes coletivos, na infraestrutura e na economia. Além de sua postura autoritária e distante. Pelo jeito, nem sua aproximação com o Lula será capaz de evitar a derrota no segundo turno. Sequer seu passado de guerrilheira que jamais pegou em armas, mesmo torturada a presa pela ditadura.

Quanto a Aécio Neves, apesar do dever de casa bem feito, duas vezes governador de Minas, presidente da Câmara e senador, entra na disputa sem uma forte mensagem. Promete repetir a administração tucana de Fernando Henrique, fator negativo pela própria natureza. No máximo, assegura a continuidade do bolsa-família e outros programas assistencialistas, mas nenhuma proposta social em condições de mudar a vida dos menos favorecidos.

Sendo assim, explica-se porque Marina, tornada candidata por um golpe do destino, apresenta-se em patamar bem superior ao antes ocupado por Eduardo Campos e vai deixando os adversários para trás. Já supera Dilma, no segundo turno, por nove pontos percentuais. Continuando as coisas como vão, a ex-senadora pode vencer a eleição, ainda que grande esforço esteja sendo preparado pelo Lula e pelo PT. O vento, porém, sopra do outro lado. O que a candidata do PSB não pode é considerar-se vitoriosa antes de a última tecla ser digitada nas maquininhas de votar, no final de outubro. 

LULA VOLTA AO TWITTER PARA INCITAR MILITANTES A SE ENGAJAR NA CAMPANHA DE DILMA

O ex-presidente Lula voltou para o Twitter com o objetivo de tentar ajudar a combalida campanha à reeleição da presidenta Dilma. 

Ao ativar o perfil @LulapeloBrasil, o petista poderá atuar como cabo eleitoral da presidenta em mais uma tentativa desesperada de frear a queda nas pesquisas e, principalmente, o crescimento inquestionável da onda Marina, que para o PT e suas pretensões está mais para tsunami.

Como foi antecipado pela Coluna Cláudio Humberto desta terça, o medo da derrota certa fez com que o PT revisse a estratégia de atuação nas mídias sociais, antes encabeçada por Franklin Martins. O retorno de Lula à frente de batalha é mais uma prova do pânico que tomou conta da coordenação de campanha, que deve ignorar Aécio Neves e partir para o ataque a Marina Silva.

DILMA: PROGRAMA DE MARINA "REDUZ A PÓ" POLÍTICA INDUSTRIAL

Dilma Rousseff, que concorre à reeleição pelo PT, deu sequência à sua estratégia de ataque à candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, e acusou a adversária nesta terça-feira de propor o fim da política industrial do país, o que geraria desemprego.

"Fiquei muito preocupada com o programa (de governo) da candidata Marina (Silva), porque ela reduz a pó a política industrial", disse Dilma a jornalistas, pouco antes de fazer uma caminhada em São Bernardo do Campo (SP).

Segundo Dilma, a candidata do PSB está propondo tirar "o poder dos bancos públicos de participar do financiamento da indústria e da agricultura" e também é "contra a política de conteúdo local", que determina um percentual mínimo de produtos produzidos em território nacional para setores como o automobilístico e a indústria naval.

Na semana passada, a candidata Marina, que apareceu empatada com Dilma na pesquisa Datafolha mais recente na disputa pela Presidência, apresentou o programa de governo em que defende o fortalecimento do tripé macroeconômico (metas de inflação, câmbio flutuante e responsabilidade fiscal) e uma menor presença do Estado na economia.

NÍVEL DE ÁGUA NO ITANS, EM CAICÓ, CHEGA A 12,31% DA CAPACIDADE DO RESERVATÓRIO

No acumulado do período chuvoso deste ano, as chuvas foram 35% abaixo da normalidade. É o que informa Gilmar Bistrot, meteorologista da Empresa de Pesquisa Agropecuária do RN (Emparn). “Mesmo que alguns municípios tenham apresentado regularidade, mas quando analisamos o Estado todo, temos um terceiro ano consecutivo de seca. É um quadro de seca bastante expressivo”, afirma.

A média dentro da normalidade histórica para o período de janeiro a agosto, segundo ele, é um acumulado de 700 mm, considerando todo o Estado. De acordo com o apurado de 2014, as precipitações ficaram em torno de 450 mm. Uma situação um pouco melhor em relação aos últimos dois anos, mas insuficiente para considerar regular, segundo ele. De acordo com meteorologista, no ano de 2013 o acumulado foi de 400 mm, sendo 42% abaixo da normalidade e o quadro de 2012 foi o mais crítico, sendo abaixo dos 400 mm.

Reservatórios importantes como o Gargalheiras, Itans e o açude de Pau dos Ferros estão em situação crítica. O açude de Gargalheiras, localizado no município de Acari, está com 7,26% de sua capacidade, conforme última medição da Semarh, em 15 de agosto. O açude Itans, em Caicó, se encontra hoje com 12,31% do volume capaz. E o de Pau dos Ferros com 6,83%. Os dois últimos com medições em 29 de agosto.

A esperança é um bom inverno em 2015. Mas, ainda não há previsões meteorológicas com dados precisos. O risco do fenômeno El Niño está sob observação. A ocorrência dele seria uma “catástrofe” para o abastecimento de água no Estado. “A gente não tem nenhuma posição nem preliminar, nem definitiva sobre o inverno de 2015, disse Bistrot.

DECLARAÇÃO DO SENADOR JOSÉ AGRIPINO ABALA O AMBIENTE POLÍTICO NACIONAL

Após sinalizar uma possível aliança do PSDB e outros partidos da coligação com Marina Silva (PSB) em um eventual segundo turno, o coordenador geral da campanha presidencial de Aécio Neves (PSDB), senador Agripino Maia, afirmou que, em um eventual governo de Marina, participar da base de apoio do PSB seria um caminho “natural”, ao ser questionado sobre a posição do PSDB e do DEM nesta situação.

“O PSDB e o DEM são oposição fundamentalmente ao PT e, se Marina ganhar derrotando o PT, os petistas estarão automaticamente remetidos à oposição. Então, se isso vier a acontecer (vitória de Marina), o caminho natural seria esse.”

Entretanto, Agripino mantém o discurso otimista. “Mas a alternativa que nós esperamos é Aécio ir para o segundo turno e no segundo turno ganhar a eleição. O que a gente precisa passar? Que ele tem a habilidade política para ter governabilidade, mostrar que ele tem suporte parlamentar de partidos que tem uma representação suficiente, e que tem os melhores quadros para governar, para enfrentar a crise que não vai ser pequena. A tarefa dele é passar isso ao eleitor”, concluiu.

AÉCIO DESCONHECE
O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, disse nesta segunda-feira que não tinha conhecimento da declaração de seu coordenador-geral de campanha, senador Agripino Maia (DEM-RN), que em entrevista exclusiva ao Broadcast Político, serviço da Agência Estado de notícias em tempo real, sinalizou apoio à candidatura de Marina Silva (PSB) caso Aécio não esteja nessa disputa.


Indagado se a declaração não havia sido precipitada, pois ainda falta cerca de mês para o primeiro turno, o candidato tucano disse que a desconhecia e reforçou a afirmação de que sua campanha tem uma proposta melhor para o Brasil e está confiante de que ela será a vencedora.

AUTORIDADES DESCARTAM O ABATE DE JUMENTO PARA CONSUMO HUMANO

O abate de jumentos para o consumo humano foi descartado pelos participantes da audiência ministerial promovida pelo Ministério Público Federal (MPF) . Estiveram presentes ao encontro membros da OAB, Ufersa, DNIT e ONGs.

A preocupação é com os animais soltos em BR’s e RN’s que cortam o estado e que podem provocar acidentes. 


Segundo a presidente da Comissão de Meio Ambiente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional de Mossoró, Vânia Diógenes, o encontro foi bastante produtivo em relação a esse tema. Ela reforçou que na reunião, a hipótese de abate deste animal para o consumo humano está totalmente descartada pelas autoridades participantes do encontro. A posição do MPF é também contrária ao abate dos jumentos como forma de combater a violência nas estradas.

PARAIBANOS SÃO PRESOS EM CAICÓ COM 25 MIL AVES DE ARRIBAÇÃES

A Policia Ambiental de Caicó realizou na tarde desta segunda-feira a maior apreensão da história do Seridó de aves de arribaçãs. A Policia Ambiental, através da Guarnição CIPAM 05 realizava um patrulhamento de rotina quando receberam informações anônimas sobre o transporte ilegal das arribaçãs preás e marrecos.

Por volta de 15h00 a guarnição da CIPAM conseguiu localizar o veículo suspeito na saída de Caicó para São José do Seridó. Feita a abordagem foi encontrado todo o material irregular no interior do veículo onde dois passageiros assumiram a responsabilidade das aves.

Em uma contagem preliminar os Policiais e Agentes do IBAMA chegaram a 25 mil arribaçãs, preás, marrecos e rolinhas. As multas aplicadas ao casal flagrado transportando o material chegou ao valor de R$5.140.000,000 (Cinco Milhões Cento e Quarenta Mil Reais). Todo o material apreendido foi levado pelo IBAMA para Natal.

1 de setembro de 2014

VIVALDO COSTA SE ENCONTRA COM AMIGOS DO VEREADOR NILDSON DANTAS EM CAICÓ

Continua a sequencia de encontros que o deputado Vivaldo Costa (PROS) tem participado em favor da sua candidatura e do federal Rafael Motta. O Papa Jerimum foi aplaudido por centenas de lideranças, e amigas do vereador Nildson Dantas, em Caicó.

Vivaldo falou da sua história política de dedicação aos mais humildes, contou da importância de votar no federal Rafael Motta, Vilma senadora, Henrique governador e Marina presidente. “Fico feliz em reencontrar tantos amigos que já estão junto conosco multiplicando nossa mensagem nos bairros de Caicó. Agradeço ao vereador Nildson Dantas pelo empenho e amizade a nossa campanha”.

ROBERTO E ERASMO CARLOS DECIDEM PROCESSAR TIRIRICA

Os cantores e compositores Roberto Carlos e Erasmo Carlos decidiram processar o palhaço Tiririca, deputado federal pelo PR-SP e candidato à reeleição. Em sua propaganda eleitoral, Tiririca veiculou uma paródia da música "O Portão", composta pela dupla.

A letra original da música diz "Eu voltei, agora pra ficar, porque aqui, aqui é o meu lugar". Na propaganda, a letra é alterada para "Eu votei, de novo eu vou votar. Tiririca, Brasília é o seu lugar". O candidato aparece vestido de branco e repete a expressão "bicho", usada com frequência por Roberto Carlos. O candidato também aparece segurando um bife, referência à propaganda da marca de carnes Friboi estrelada por Roberto.

Segundo José Diamantino Alvarez Abelenda, advogado da Sony Music, a petição inicial está sendo formulada por ele junto com representantes dos dois compositores. Será pedida indenização por uso da imagem e pelo uso da canção, além de indenização por danos morais pela conotação com que a música foi usada, com finalidade eleitoral.

O valor da indenização não será sugerido os autores pedirão que o juiz arbitre a quantia que julgar adequada, caso Tiririca seja condenado. A ação deve ser proposta até o final desta semana, segundo o advogado. A reportagem procurou a assessoria de Tiririca, que não havia se manifestado até as 18h30 desta segunda-feira.

DILMA E MARINA CONCENTRAM DUELOS EM SEGUNDO DEBATE ENTRE PRESIDENCIÁVEIS

Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB) concentraram nesta segunda-feira os principais duelos no segundo debate entre os candidatos à Presidência da República.

Enquanto Dilma e Marina, empatadas na liderança das intenções de voto nas pesquisas, travaram os principais confrontos, Aécio Neves (PSDB), agora numa distante terceira posição, concentrou seus ataques à presidente.

Por conta das regras do encontro realizado por SBT, Jovem Pan, UOL e Folha de S. Paulo, o tucano não duelou diretamente com Marina nenhuma vez.

Já na primeira pergunta do debate, Dilma atacou a proposta de política econômica de Marina, afirmando que ela geraria desemprego e recessão, e seu discurso sobre governabilidade.

"Quem escolhe os bons não somos nós presidentes, é o povo brasileiro", disse Dilma em resposta ao discurso de Marina de que, se eleita, governará com os melhores no Congresso Nacional.

Marina, por sua vez, fez ataques duros à gestão da Petrobras e à polìtica econômica de Dilma e repetiu que a presidente não reconhece os problemas.

"A estabilidade econômica foi uma conquista da sociedade brasileira que, infelizmente, foi negligenciado no governo da presidente Dilma", disse a candidata do PSB. Aécio, por sua vez, disse mais uma vez que o governo Dilma fracassou e que ele representa uma mudança segura.

"A nossa mudança é uma mudança consistente", garantiu o tucano, acrescentando que não se "converteu" a posições diferentes do que defende há décadas, numa alusão ao histórico político de Marina, que durante muitos anos foi do PT.

DETENTOS FAZEM GREVE DE FOME NOS CINCO MAIORES PRESÍDIOS DO RN

Detentos de cinco unidades prisionais do Rio Grande do Norte iniciaram uma greve de fome no início da manhã desta segunda-feira (01).
Segundo a coordenadora de Administração Penitenciária (Coape), Dinorá Simas, os presos estão articulados e recusaram o café da manhã e o almoço oferecidos durante o dia. Dinorá Simas explica que a causa da greve ainda não foi descoberta pela Administração Penitenciária, porém, os responsáveis pelos presídios trabalham em conjunto para descobrir a motivação.

De acordo com o diretor da Penitenciária de Alcaçuz - localizada a cerca de 30 quilômetros de Natal -, Ivo Freire explica que apesar da recusa de alimentos nenhuma movimentação estranha ocorreu até o momento. “ Aqui no presídio está tudo tranquilo, interrogatórios já foram feitos aos presos mas ninguém explicou o motivo da greve.


O serviço de inteligencia está tentando descobrir agora quem são os líderes do movimento, nós sabemos que eles estão articulados entre si, mas não entendemos como”, afirma. A greve de fome está ocorrendo nos seguintes presídios: Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta; no Presídio Estadual Rogério Coutinho Madruga, conhecida como Pavilhão 5 de Alcaçuz; na Penitenciária Estadual de Parnamirim, em Parnamirim; na Cadeia Pública de Natal; e Penitenciária do Seridó, em Caicó.

CANDIDATO DO PSD ROBISON FARIA PARTE PARA O ATAQUE E CHAMA HENRIQUE MENTIROSO E OPORTUNISTA

O candidato do PSD a governador, Robinson Faria (PSD), elevou o tom das críticas ao candidato do PMDB, Henrique Alves. Em entrevista ao Jornal da Cidade, da FM 94, Robinson disse que o atual presidente da Câmara dos Deputados é o “candidato do acordão”, “o candidato das pesquisas”, “adesista”. Robinson classificou as propostas do adversário de “falácia” e “mentira”, apontou “oportunismo” político e “discurso falso”, além de tratá-lo como “candidato midiático”.

Foi o mais duro momento da campanha eleitoral até o momento. Segundo Robinson, Henrique adere a todos os governos com a promessa de ajudar o Estado, mas não consegue resolver os problemas, lembrando que, mesmo sendo presidente da Câmara, nada fez pelo governo Rosalba Ciarlini (DEM), onde mandava e desmandava, e que em eventos do governo, ele discursava como se fosse o governador e Rosalba a expectadora.

O candidato do PSD a governador, Robinson Faria (PSD), elevou o tom das críticas ao candidato do PMDB, Henrique Alves. Em entrevista ao Jornal da Cidade, da FM 94, Robinson disse que o atual presidente da Câmara dos Deputados é o “candidato do acordão”, “o candidato das pesquisas”, “adesista”. Robinson classificou as propostas do adversário de “falácia” e “mentira”, apontou “oportunismo” político e “discurso falso”, além de tratá-lo como “candidato midiático”.

Foi o mais duro momento da campanha eleitoral até o momento. Segundo Robinson, Henrique adere a todos os governos com a promessa de ajudar o Estado, mas não consegue resolver os problemas, lembrando que, mesmo sendo presidente da Câmara, nada fez pelo governo Rosalba Ciarlini (DEM), onde mandava e desmandava, e que em eventos do governo, ele discursava como se fosse o governador e Rosalba a expectadora.

Robinson afirmou que mesmo ocupando um dos cargos mais altos da República, Henrique não trouxe soluções ao governo Rosalba. “Ao contrário muita pirotecnia: afunda o calçadão de Ponta Negra e está lá o deputado Henrique para tirar uma foto. Se tem problema no hospital, ele fala que vai trazer ministro para resolver o problema. É o candidato midiático, é o político da mídia, mas resolutividade nenhuma. Então é uma coisa fantasiosa”, afirmou.

PARAÍBA REGISTRA CINCO HOMICÍDIOS EM MENOS DE 24 HORAS

A Paraíba viveu horas de muita violência entre a tarde desse domingo (31) e a madrugada desta segunda-feira (1º). Cinco homicídios foram registrados, sendo dois em João Pessoa, dois em Campina Grande e um em Bayeux, na região metropolitana da Capital.

Na noite deste Domingo (30), por volta das 19h45, um jovem que teria envolvimento com o tráfico de drogas foi executado dentro da residência dele no bairro da Imaculada, em Bayeux.

Segundo informações da 4ª Companhia Independente da Polícia Militar, a vítima teria uma dívida de aproximadamente R$ 5 mil. Dois suspeitos, que seriam rivais no tráfico, teriam cometido o crime e fugido para destino não identificado.

Em Campina Grande, a 112 km de João Pessoa, no bairro da Catingueira, ainda durante a tarde, um adolescente de 16 anos morreu após sofrer três disparos de arma de fogo no meio da rua, na região do tórax. O suspeito estaria trafegando em uma moto de cor preta.

Uma guarnição da PM esteve no local, encontrando a vítima já sem vida. A polícia ainda não havia apurado detalhes do crime. O local foi isolado momentaneamente e o corpo foi direcionado ao Instituto Médico Legal da cidade. No Bairro das Cidades, também em Campina, um jovem de 23 anos sofreu cinco disparos enquanto dirigia um automóvel Kadett. Ele perdeu o controle do veículo e colidiu com o muro de uma residência.

Em João Pessoa, um menor de 14 anos, segundo o tenente Alvino, do 5º Batalhão da Polícia Militar, foi executado com seis tiros, sendo 3 na cabeça, na noite de domingo. O crime ocorreu no condomínio Anayde Beiriz, na entrada do Bairro das Indústrias, Zona Oeste da Capital. A PM ainda não sabe as motivações do crime, nem há informações se a vítima tinha envolvimento com a criminalidade.

No fim da madrugada de segunda, um homem foi morto com dois disparos no Bairro João Paulo II. Segundo Alvino, o instituto de Polícia Científica ainda realizava os trabalhos de identificação e ainda não havia fornecido dados conclusivos à PM.

MARINA SILVA LIDERA A CORRIDA PRESIDENCIAL EM PERNAMBUCO

A ex-senadora Marina Silva (PSB) lidera a corrida presidencial em Pernambuco. Marina, que assumiu a cabeça da chapa socialista após a morte do ex-governador Eduardo Campos, aparece com 41% das intenções de voto, segundo pesquisa feita pelo Instituto Mauricio de Nassau (IPMN), encomendada pelo portal Leia Já. A presidente e candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT), que até a morte de Campos liderava no Estado, registra 35% da preferência do eleitorado. O senador mineiro Aécio Neves (PSDB) possui apenas 3%.

No último levantamento realizado pelo IPMN, em julho, o concorrente da presidente Dilma ainda era o ex-governador Eduardo Campos. Na época, Dilma registrava 40% das intenções de voto, contra 30% de Campos. Aécio Neves registrou 4%, enquanto o Pastor Everaldo (PSC) pontuou 1%. Os demais postulantes não registraram pontuação.

A rejeição em relação a presidente Dilma também é elevada. Na Região Metropolitana do Recife (RMR), Dilma a petista registra 28% de rejeição, quando exclui-se a capital do Estado. No Recife, porém, este índice é de 26%. Já a rejeição do eleitorado pernambucano ao candidato Aécio Neves é de 12% e 14% respectivamente. Em relação a Marina Silva estes índices são de 6% e 5%, respectivamente

Esta situação, porém, é revertida nas regiões do Agreste e do Sertão pernambucano. No Agreste, Dilma e Marina aparecem tecnicamente empatadas com 37% e 34%, respectivamente. No Sertão, Dilma figura com 52%, enquanto Marina possui 32%. A pesquisa do IPMN ouviu 2.480 eleitores entre os dias 25 e 26 de agosto. A margem de erro do estudo é de dois pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%.